Terra Nova recebe a Casa do Samba Mestre Celino
Publicada em 18-08-2011

Em Terra Nova, Mestre Celino, cujo nome batiza a Casa do Samba do município, participou da mesa que marcou a cerimônia de inauguração do espaço, na tarde de 20 de agosto. Mestre Celino falou da felicidade e responsabilidade pela conquista do novo espaço, e também das oficinas de samba e percussão que vai poder realizar ali.

Outras presenças importantes no evento foram Mestre Domício, grupo Raízes da Terra; Góes, articulador da rede; Carlos Cesar, grupo Viola Rasgada, Alexnaldo, articulador da casa; Mestre Manoel E. Santana, coordenador da Casa Mestre Raimundo de São Sebastião do Passé; Mestre Cristovão, da Casa do Samba Mestre Domingos Saul; e Roseni, articuladora da Casa do Samba Mestre Domingos Saul.

Na cerimônia de abertura, o articulador da Rede, Góes, fez uma homenagem à raiz do samba de roda, que está firmemente plantada no Recôncavo Baiano, e conclama para que essas culturas sejam passadas de gerações a gerações e que isso é mais um processo de renovação: "é assumir nossa identidade através das manifestações culturais", afirmou.

As Casas de Samba compõem a Rede do Samba de Roda da Bahia e estão sendo criadas ou fortalecidas em 14 cidades do Recôncavo Baiano.

O fortalecimento da Rede do Samba de Roda da Bahia tornou-se possível através do Projeto Pontão do Samba, coordenado pela Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia (ASSEBA), como parte do plano de salvaguarda do samba de roda. O projeto, conta com as parcerias do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e da SCDC – Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural (Programa Cultura Viva/Ministério da Cultura).

A ASSEBA surgiu em 17 de abril de 2005, a partir do movimento deflagrado pelos grupos de samba de roda do Recôncavo Baiano. O movimento começou, estimulado por uma série de pesquisas realizadas pelo Instituto do Patrimônio Historio Artístico Nacional – IPHAN, para constituição do dossiê sobre o samba de roda. Sua sede é a Casa do Samba de Santo Amaro, um espaço cultural instalado no Solar Subaé, antiga mansão do Século 19, que foi totalmente restaurada, em Santo Amaro/BA.

 

Texto: Ana Fernanda Souza | Edição: Scheilla Gumes

Fonte: ascom/asseba
créditos - login