Dona Alvina é a homenageada na Casa do Samba de Simões Filho
Publicada em 06-09-2011

Em Simões Filho, a comunidade quilombola de Pitanga dos Palmares foi presenteada no dia 4 de setembro com a inauguração da Casa do Samba Dona Alvina. Antes da abertura, a comunidade - liderada pela mestra Bernadete Pacífico - cantou o Reis e foi convidada a conhecer o espaço.

Na cerimônia informal, a Mestra agradeceu a presença e, emocionada, lembrou de sua mãe Dona Alvina, que nomeia a casa. Fez também uma homenagem especial aos mestres e mestras mais antigos, além de agradecer aos seus parceiros e apoiadores.

A Casa mantém uma exposição fotográfica que retrata a história da comunidade, da dança de São Gonçalo, do grupo de samba de roda Pitanga dos Palmares e também de mestres e mestras mais antigos.

Após as falas e homenagens, foi realizada uma roda de samba comandada pelo grupo Esperma7, liderado pela mestra, que colocou todos pra sambar. As apresentações foram encerradas pelo grupo Raízes da Pitanga, que fez sua apresentação na porta da Casa do Samba Dona Alvina, reunindo toda a comunidade.

As Casas de Samba compõem a Rede do Samba de Roda da Bahia e estão sendo criadas ou fortalecidas em 14 cidades do Recôncavo Baiano.

O fortalecimento da Rede do Samba de Roda da Bahia tornou-se possível através do Projeto Pontão do Samba, coordenado pela Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia (ASSEBA), como parte do plano de salvaguarda do samba de roda. O projeto, conta com as parcerias do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e da SCDC – Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural (Programa Cultura Viva/Ministério da Cultura).

A ASSEBA surgiu em 17 de abril de 2005, a partir do movimento deflagrado pelos grupos de samba de roda do Recôncavo Baiano. O movimento começou, estimulado por uma série de pesquisas realizadas pelo Instituto do Patrimônio Historio Artístico Nacional – IPHAN, para constituição do dossiê sobre o samba de roda. Sua sede é a Casa do Samba de Santo Amaro, um espaço cultural instalado no Solar Subaé, antiga mansão do Século 19, que foi totalmente restaurada, em Santo Amaro/BA.

 Ver álbum de fotos >

Texto: Ana Fernanda Souza | Edição: Scheilla Gumes

 

Fonte: ascom/asseba
créditos - login