Faleceu Mestre Mário dos Santos
Publicada em 05-03-2014

Mário dos Santos juntamente com outros  Sambadores Recôncavo da Bahia participou desde o inicio do Processo de Registro do Samba de Roda. Compositor dos bons brincava com como letras de seus sambas. Lembro-me de um que eles criou falando de uma dor que sentia na coluna, talvez  para espantar a dor.

 

"Quando a coluna me dói,

 Ela é muito malvada quando começa a doer

 Agente sofre tanto e começa a gemer

Quando a coluna me dói

Quando a coluna me dói, me dói”....

 

Ensinamento simples que aprendi com ele. O Samba alivia as nossas dores, preocupações, tristezas....

 

Foi também sócio fundador da ASSEBA - Associação de Sambadores e Sambadeiras da Bahia  da entidade que tem a responsabilidade de aplicar o plano de Salvaguarda do Samba de Roda e quando eleito coordenador Administrativo em 2005 cumpriu seu papel com responsabilidade e sabedoria. Orientando os mais novos com sua experiência e paciência.

 

Hoje perdemos Mário para eternidade que Olorum o receba e conforte todos os seus que deixaste aqui na terra, a grande Roda de  Samba de Òrum fica melhor com sua chegada.

 

O Samba é coisa boa não é de Belém doo Pará””

 

                                                                            Mário do Samba Filho de Nagô.

Fonte: Rede do Samba.
créditos - login