Associação dos Sambadores comemora 10 anos de proteção e salvaguarda do Patrimônio Imaterial Samba de Roda
Publicada em 20-05-2015

 

O evento reuniu mestres, sambadores, professores, pesquisadores, representantes de instituições públicas e de organizações não governamentais, além da comunidade local.

Durante os dias 16 e 17 de maio, o Centro de Referência do Samba de Roda foi espaço de celebração de 10 anos de mobilização da Associação com objetivo em atender ao Plano de Salvaguarda do Samba de Roda apresentado pelo IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional a UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, durante a candidatura do Samba de Roda do Recôncavo a proclamação de Obra Prima do Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade. A celebração apresentou uma programação contemplando resultados de ações de salvaguarda, relatórios de atividades culturais, novas perspectivas para a entidade e com apresentações culturais dos Sambas de Roda Mirim. A criação de Sambas Mirins traz uma perspectiva de continuidade do Samba de Roda, a partir de uma dinâmica lúdica, onde se valoriza o ensinamento dos mestres.

Em seus 10 anos, a Associação dos Sambadores trabalhou com o compromisso em assumir a gestão de projetos promovidos pelos próprios sambadores, bem como promover o empoderamento nos grupos das regiões do Recôncavo, Metropolitana de Salvador e Portal do Sertão.

Na mesma semana, dia 13.05, a Casa do Samba recebeu a Caravana da Cultura Recôncavo Baiano do Ministério da Cultura na Casa do Samba em Santo Amaro, onde recebeu a visita do ministro Juca Ferreira, a presidenta do IPHAN Jurema Machado e toda a comitiva do MinC. Na oportunidade a Associação apresentou o projeto Viola Machete e a Rádio Web Asseba.



Imagens das comemorações 
Fotos: Any Manuela Freitas e Ricardo Damasceno 
















Caravana da Cultura Recôncavo Baiano
Fotos: Ministério da Cultura














Fonte: Comunicação - Asseba
créditos - login