Resultados de editais públicos contemplam mestras, mestres e sambadores
Publicada em 10-09-2015

Mestres Sambadores e possuem projetos contemplados em editais públicos, dentre eles: Edital Funarte Bolsa de Fomento aos Artistas e Produtores Negros, Prêmio Ponto de Memória do Instituto Brasileiro de Museus e Edital Ação Griô Bahia - 2015.

Edital Ação Griô Bahia – 2015 foram contemplados Mestre Celino de Terra Nova, Mestre João do Boi de São Brás/Santo Amaro, Mestra Dona Cadú, sambadeira e ceramista de Coqueiros Maragojipe e Mestre Nelito do Samba Chula Os Vendavais de Salvador-BA. No Funarte Bolsa de Fomento aos Artistas e Produtores Negros, Mestre Celino foi contemplado com o projeto Sarau do Samba de Roda na Praça: Ano II e no Prêmio Ponto de Memória 2014 o Grupo Cultural Samba de Maragogó obteve o projeto "Maragojipe circulando com o Samba de Roda e os Mascarados”.

A ASSEBA parabeniza aos premiados resultados de longos anos de esforços e empenho para a autonomia de sambadores e condução de seus projetos culturais.


Conheça mestres e coordenadores contemplados.


 

Dona Cadú, sambadeira e ceramista de Coqueiros, Maragojipe.



Mestre Roque de Lima. Tocador do Grupo Cultural  Samba de Maragogó da cidade de Maragojipe.



Mestre Nelito, tocador do Samba Chula Os Vendavais da cidade de Salvador-Ba.



Mestre João do Boi. Puxador e tocador do Samba Chula de São Braz, em Santo Amaro.




Mestre Celino. Coordenador da Casa do Samba Mestre Celino de Terra Nova e violeiro do grupo Filhos da Terra.


Fonte: Comunicação - ASSEBA
créditos - login