Reunião das Culturas Populares
Publicada em 04-06-2010

Casa do Samba de Santo Amaro da Purificação sedia Encontro Baiano de Culturas Populares no dia 09 de junho

Fonte: Secult - ascom@cultura.ba.gov.br

 

No dia 09 de junho de 2010, às 9h, a cultura popular tem encontro marcado no município de Santo Amaro da Purificação, a 72km de Salvador. A reunião vai acontecer na Casa do Samba, em Santo Amaro, com o objetivo de coletar sugestões para o Plano Setorial de Culturas Populares, em construção pelo Governo Federal através do Ministério da Cultura - MinC. “O encontro é focado para qualquer pessoa interessada em colaborar na construção deste Plano Nacional de Desenvolvimento da Cultura Popular”, afirma o diretor do Núcleo de Culturas Identitárias da Secretaria de Cultura do Estado, Hirton Fernandes. O evento é realizado em parceria com a SecultBA e a Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia – ASSEBA.

 

“Estamos trabalhando com o Conselho Nacional para criação do Plano Nacional de Culturas Populares. Esse evento garante, principamente, a reunião com as lideranças. Da reunião vamos tirar propostas para compor o Plano e o Fundo Específico de Culturas Populares”, explica o representante da Região Nordeste do Colegiado Nacional de Culturas Populares, Rosildo Moreira.

 

Moreira explica que, o Colegiado de Culturas Populares ligado ao Conselho Nacional está buscando novas propostas para aumento dos recursos. “A proposta inicial é a solicitação de 15% do montante do MinC reservado para as culturas populares. Esse recurso deverá ser locado nos três órgãos do Sistema Nacional de Cultura, ligados ao Ministério da Cultura”, defende Moreira.

 

Colegiado – Os Colegiados de Culturas Populares e o de Culturas Indígenas, ligados ao Ministério da Cultura, possuem dois integrantes baianos, Rosildo Moreira e Raoni Pataxó. “Ter representantes baianos no colegiado é muito bom. Eles dialogam diretamente com o Ministério da Cultura, trazendo as demandas da sociedade civil, e são excelentes representantes na construção do Plano Setorial das Culturas Populares, assim como no Plano Setorial das Culturas Indígenas”, explica Hirton Fernandes. A principal demanda dos colegiados neste ano é a implantação de um Fundo específico, diretamente aplicável na proteção e na promoção da diversidade cultural em nosso país.

 

Núcleo de Culturas Populares - Desde 2007, a SecultBA vem investindo em ações com foco na promoção da diversidade cultural. Para isso, o Núcleo de Culturas Identitárias vem articulando encontros e ações que destacam as diversas culturas populares em todo Estado. “A Bahia foi o único Estado do país a realizar as pré-conferências setoriais das culturas populares e a das culturas indígenas, que aconteceram em outubro de 2009, em Salvador e Ibotirama respectivamente. Assim, nós encaminhamos seis delegados eleitos para a Nacional e temos agora dois representantes da Bahia nos respectivos Colegiados”, complementa Fernandes.

 

Em setembro de 2010, está prevista a realização dos Encontros com as Culturas Identitárias que acontecerão durante quase todo o mês no Centro Histórico de Salvador e em espaços culturais da Secretaria de Cultura. Para isso, a SecultBA realizou o cadastramento de grupos populares que estão sendo selecionados para participar da programação dos Encontros.

 

Esses encaminhamentos se alinham às 32 propostas prioritárias aprovadas em março durante a II Conferência Nacional de Cultura. “Com isso, avançamos no processo de planejamento de políticas públicas para as Culturas Populares”, explica Hirton. “Esse planejamento está sendo feito através do diálogo entre a sociedade e o Estado. É o momento de ampliarmos o nosso conhecimento do universo das Culturas Populares. Dessa forma, trabalhamos alinhados também com a construção dos Sistemas Nacional e Estadual de Informações Culturais, com informações que balizem a implementação de políticas públicas na Bahia”, explica Hirton Fernandes, diretor do Núcleo de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA.

 

Serviço

 

Reunião das Culturas Populares

 

Dia 9 de junho – 9h

 

Casa do Samba – Santo Amaro da Purificação

 

créditos - login