Samba de Roda em Brasília
Publicada em 01-08-2010

Uma amostra significativa da riqueza do patrimônio imaterial brasileiro estará em exibição a partir deste domingo (25), no Teatro Nacional Cláudio Santoro, em Brasília (DF), quando será aberta a 34ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). No palco, lendas amazônicas, maracatu, culto aos orixás, xaxado, carnaval, literatura de cordel, caboclo brasileiro e outros exemplares da herança cultural do País, costuradas por um roteiro criativo, que promete surpresas e emoções.

O espetáculo foi organizado pela Fundação Cultural Palmares (FCP), em articulação com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e consolida a política do Ministério da Cultura (MinC), de valorização das manifestações que compõem o cenário da diversidade cultural brasileira, como ressalta o presidente da Palmares, Zulu Araújo, para quem "a mostra é representativa do olhar que o ministro da Cultura, Juca Ferreira, vem lançando sobre o patrimônio cultural brasileiro, que não é apenas pedra e cal. Implica em reconhecer, no plano da contribuição simbólica, a nossa riqueza".

A 34ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da ONU segue até 3 de agosto próximo, no Centro de Convenções do Royal Tulip, reunindo 800 representantes das 187 nações que compõem o Comitê do Patrimônio Mundial, e que irão analisar a possibilidade de inclusão de 41 novos itens na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco, entre bens naturais, culturais e mistos, apresentados por 35 países. O comitê vai avaliar, ainda, o estado de conservação de 31 bens que já conquistaram esse reconhecimento, mas que estão na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo, e decidir se inclui outros bens que estejam necessitando de atenção especial.

 

Fonte: www.palmares.gov.br
créditos - login