Sérgio Mamberti, Secretário de Políticas Culturais (MINC), visita a Casa do Samba de Santo Amaro
Publicada em 22-08-2011
A ASSEBA (Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia) recebeu hoje (22/8), na Casa do Samba de Santo Amaro, Bahia, onde está sediada, as visitas do Secretário de Políticas Culturais (SPC-MINC) Sérgio Mamberti, do diretor Américo Córdula e de Monica Trigo, Representante Regional do MinC na Bahia.

Os convidados participaram da programação do mês do folclore, quando estudantes de escolas públicas visitam a Asseba para conhecerem o Samba, suas origens e outras manifestações da cultura popular da região.

Junto com as crianças e estudantes da comunidade, sambaram no ritmo dos "Mandus e Bombachos”, da "Burrinha" e da "Careta", manifestações culturais do Acupe, distrito de Santo Amaro.


Após a apresentação, puderam conhecer a Exposição Fotográfica sobre o samba, também parte da programação permanente da Casa do Samba. Os convidados foram guiados por Rosildo do Rosário (Coordenador da Casa do Samba/Projeto Rede do Samba e mediador cultural do Nordeste no Colegiado Nacional de Culturas Populares), Ailton Martins (Coordenador Geral da Asseba), Agnovaldo Braz (Coordenador de Comunicação), Luciana Barreto (assessora da ASSEBA) e Sinésio Góes (Articulador da Rede do Samba).

Em uma das salas da exposição, Rosildo fez um breve histórico da ASSEBA. Apresentou as ações que já estão sendo realizadas através do Pontão de Cultura-Rede do Samba (pontão de bens registrados). A inauguração das 14 Casas do Samba no interior e capital da Bahia, principal ação do Projeto, concretiza a criação da Rede do Samba de Roda do Recôncavo da Bahia.

Os convidados foram presenteados com a Coletânea de CD’s de 12 grupos de samba de roda que gravaram no estúdio da Casa do Samba.

\

O diretor Américo Córdula (à esquerda de Rosildo, na foto acima) salientou a importância da ASSEBA estar inserida nas discussões dos planos municipais de cultura para que se definam ações em prol do patrimônio cultural e imaterial. "A ASSEBA é uma instituição que pode realizar projetos maiores, que dêem uma visibilidade ao samba de roda, como o samba de roda na Copa do Mundo e nas Olimpiadas”, afirmou.

A representante regional Monica Trigo confirmou a inauguração da Regional do MinC no dia 25 de novembro. Na data, a Asseba celebra o aniversario do registro do Samba de Roda como patrimônio imaterial. Trigo solicitou a presença da ASSEBA e das representações das 14 Casas do Samba, além de apresentações do Samba de Roda.

Para a data, está sendo preparada grande comemoração, em Salvador, em parceria com o Núcleo de Culturas Populares e Identitárias (SECULT/BA). Os festejos ocorrem junto com as Baianas de Acarajé que também comemoram seu titulo de patrimônio no dia 25 de novembro.

Texto: Scheilla Gumes (DRT-BA 2204)
Fotos: ASSEBA/Arquivo
Fonte: ascom/asseba
créditos - login