Projetos


Pontão de Cultura:
Oficina:
Samba de Roda,
Capoiera,
Maculelê,
Hip-hop,
Teatro,
Canto.

Estúdio de gravação (Marque e leve seu grupo de Samba de Roda para gravar o seu cd)


Quinzena do Samba (A cada quinze dias apresentação pública de Samba de Roda)

Exposição Fotográfica (conheça a exposição permanente com fotos, depoimentos e histórico do Samba de Roda e dos Sambadores)

Midioteca (conheça nossa midioteca vários videos com depoimentos dos mentres do Samba de Roda, Dvd'S com apresentações de vários grupos, Cd's de vários grupos, gravação inédita da viola machete, mais de 100 livros com temas ligados a cultura negra e do Samba de Roda)
Ações da ASSEBA:

 

Este relatório composto por 7 (sete) páginas, tem como finalidade apresentar as ações desenvolvidas a partir do reconhecimento do Samba de Roda como Patrimônio Imaterial da Humanidade e instalação do centro de referência do Samba de Roda de Santo Amaro - Casa do Samba. È importante salientar que todas as ações que ora realizamos fora da cada do Samba também vem para fortalecer o plano de salvaguarda do Samba de Roda.

 

AÇÕES DA ASSEBA 2008 E 2009

 

As ações de 2008

 

Assinatura do convênio com IPHAN. Com a assinatura do convênio realizamos:

 

Aquisição e distribuição de musicais, tecidos e equipamentos eletrônicos para 32 grupos de samba de roda, pelo Pontão de Cultura.

 

Realização de 4 oficinas de capacitação para gestores dos grupos de samba de roda, agentes culturais da região.

 

Realização de 4 oficinas de como elaborar projetos capacitação para gestores dos grupos de samba de roda, agentes culturais da região. Com essas oficinas foram aprovados 9 projetos:

1-           Pontinho de cultura – São Francisco do Conde

2-           Ponto de Cultura - Santo amaro.

3-           Ponto de Cultura - Santo Amaro.

4-           Culturas Populares -Acupe.

5-           Culturas Populares - Acupe.

6-           Culturas Populares - antonio Cardoso.

7-           Culturas Populares - Saubara.

8-           Culturas Populares- Saubara.

9-           Festival em São Paulo -  Maragogipe

 

Realização da pesquisa sócio-econômica-cultural, com os sambadores e sambadeiras. Com realização da Pesquisa sócio-econômica e cultural denominada Retrato do Samba de Roda, que visa traçar o perfil sócio-econômico dos sambadores e sambadeiras do Recôncavo Baiano e região teremos dados sobre sambadores e sambadeiras para assim traçarmos políticas para esse público, foram entrevistados cerca de 800 pessoas.

 

Criação do site sobre o Samba de Roda. www.asseba.com.br

 

Equipamos o centro de referencia com equipamentos eletrônicos (filmadora, máquina fotográfica)

 

Montamos uma sala de informática dez computadores.

 

Montamos uma mídiateca um espaço que ligado a sala de informática disponibilizamos materiais para pesquisa.

 

Adquirimos 125 volumes de livros para a mídiateca.

 

Realizamos o projeto quinzena do Samba que trouxe para a Casa do Samba,  apresentações publica quinzenais e oficinas de dois grupos de Samba de Roda num total de 24 apresentações, sempre aos sábados.

 

Montagem do estúdio de gravação: E foram gravados 15 grupos de samba de Roda.

 

I Caruru de São Cosme e São Damião na data de fundação da casa do samba- 14 de setembro. (evento patrocinado pelos grupos de samba)

 

Gravação do programa aprovado com Jorge Portugal, como parte dos eventos em comemoração ao 25 de novembro dia de reconhecimento do Samba do Recôncavo. Transmitido dia 22/11/2008, na TV Bahia.

 

Realização de 8 reuniões de coordenação da ASSEBA;

 

Realização de duas grandes assembléias com cerca 300 sambadores e Sambadeiras;

 

Gravação do programa estrela da rede globo com a participação de: Beth Carvalho, Riachão, Mariene de Castro e Samba de Roda Raízes de Santo Amaro.

 

Projeto o Samba na festa da purificação: apresentações públicas de manifestações culturais de Santo Amaro e região na casa do samba durante os festejos em comemoração a Nossa Senhora da Purificação.

 

Realização de palestra para alunos do programa de Intercâmbio Cultural da World Learning – SIT Study Abroad.

 

 

EVENTOS QUE ACONTECERAM A PARTIR DA IMPLANTAÇÃO DA CASA DO SAMBA 2008. MAS ACONTECERAM EM OUTROS AMBIENTES.

 

Projeto Circuito do Samba em parceria com a FUNCEB (Fundação Cultural do Estado da Bahia).Foram envolvidos 55 grupos de Samba de Roda, em 8 cidades (Irará, Saubara, Santo Amaro, Terra Nova, Conceição de Almeida, Antonio Cardoso, Maracangalha), desenvolvendo assembléia e apresentação pública.

 

Encontro dos Mestres de Samba de Roda em Cachoeira.

 

Festa da lavadeira em Pernambuco: Participação de quatro grupos de Samba

 

Exposição “O Ritmo em Imagens – o samba de roda baiano”, com fotografias, vídeos e instalações sobre o Samba de Roda, no Centro Cultural da CAIXA, em Salvador.

 

 

Parceria com a secretaria de educação de Santo Amaro - capacitações, oficinas e eventos escolares durante todo o ano.

 

Parceria com 4 grupos de capoeira, que realizam palestras, encontros regionais e oficinas e treinamentos permanentes.

 

Parceria com grupos 3 de teatro que realizam oficinas semanalmente.

 

Parceria com 2 grupos  de hip-hop que realizam oficinas semanalmente.

 

Parceria com o Teatro Castro Alves para realização de oficinas de construção de máscara venezianas e de indumentárias 40 pessoas.

 

Festa da Paróquia Nossa Senhora do Rosário para arrecadação de dinheiro para a reforma da igreja.

 

 

AÇÕES REALIZADAS NA CASA DO SAMBA 2009

 

 

Realizamos o projeto quinzena do Samba que trouxe para a Casa do Samba,  apresentações publica quinzenais e oficinas de dois grupos de Samba de Roda num total de 16 apresentações, sempre aos sábados.

 

Realização do I Encontro dos Mestres do Samba de Roda. Uma mesa com mestres do Samba contando as coisas de suas vidas. Público: Alunos, estudiosos, pesquisadores,  sambadores e sambadeiras.

 

Encontro e recepção dos Superintendentes do IPHAN de todo o Brasil na Casa do Samba.

 

Parceria com 4 grupos de capoeira, que realizam palestras, encontros regionais e oficinas e treinamentos permanentes.

 

Realização do V CONEC  ( Congresso Nacional Esporte e Cultura)

 

Parceria com grupos 3 de teatro que realizam oficinas semanalmente.

 

Parceria com 2 grupos  de hip-hop que realizam oficinas semanalmente.

 

Parceria com a DIREC: encontros e capacitações de professores do estado da Bahia.

.

Parceria com o teatro dona Canô para uso compartilhado dos equipamentos.

 

Festa da Paróquia Nossa Senhora do Rosário para arrecadação de dinheiro para a reforma da igreja.

 

Parceria com o Teatro Castro Alves para a realização de oficina de maquiagem durante 1 semana 20 pessoas.

 

Oficinas de capacitação para sambadores para elaboração de projetos culturais.

 

Participação na Festa: Bembé do Mercado, que culminou com a palestra do Professor Ubiratan Castro e o Professor Nelson Elias discutindo o tema: 120 anos da Abolição da Escravatura.

 

Projeto na palma da e na ponta do pé. Parceria com a Secretaria de Educação/coordenação      de arte e cultura. Realização de oficinas de maculelê e Samba de Roda: Foram 14 oficinas para alunos da rede pública de Santo Amaro

 

Parceria com a Prefeitura Municipal de Santo Amaro para utilização do espaço para a realização de oficinas, encontros, capacitação  de professores, agentes de saúde, guarda municipal etc.

 

II caruru de São Cosme e São Damião na data de fundação da casa do samba- 14 de setembro.

 

Projeto Àguas de Sabedoria, realizado pelo CEFET (Centro Federal de Educação Tecnológica), com o objetivo de discutir o tema: Pluralidade Ética e Cultural na Educação;

 

Convênio com a Fundação Cultural do Estado da Bahia, que proporcionou um intercâmbio com a Escola de Música da Guiana Francesa- Caiene.

 

Realização de oficinas de Samba de Roda e Maculelê para alunos da Faculdade Jorge Amado de Salvador.

 

Realização de palestra para alunos do programa de Intercâmbio Cultural da World Learning – SIT Study Abroad.

 

I feijoada da Casa do Samba com arrecadação de alimentos que foram doados para a entidade abrigo dos idosos de Santo Amaro.

 

 

 

AÇÕES REALIZADAS A PARTIR DA IMPLANTAÇÃO DA CASA DO SAMBA, MAS REALIZADAS EM OUTROS AMBIENTES.

 

 

Exposição “O Ritmo em Imagens – o samba de roda baiano”, com fotografias, vídeos e instalações sobre o Samba de Roda,  na casa da música em salvador

 

A participação na 6ª Bienal de Cultura da UNE (União Nacional dos Estudantes) na mesa redonda que discutiu o tema: “Samba, Semba e suas vertentes”.

 

(Projeto Exposição Vovó LOURIANA). Parceria com a Secretaria de Educação/coordenação de arte e cultura. Exposição feita no mercado da farinha, foram expostos utensílios de Vovó Louriana uma senhora que faleceu aos 100 em Acupe mestra Nego fugido.

 

Realização de Vinte e cinco apresentações de samba em comemoração ao 25 de novembro dia do reconhecimento do samba do recôncavo baiano. Essas apresentações foram realizadas em 17 localidades diferentes e concomitantes.

 

Realização do projeto documentário cantador de chula, que consistiu gravar 16 mestres do Samba Chulos da Bahia, divididos em gravação de áudio, vídeo e pesquisa escrita.

 

Participação na  Conferência de comunicação Livre em Pernambuco.

Participação na  Conferência Municipal de Cultura de Saubara.

Participação na  Conferência Municipal de Cultura de Santo Amaro.

Participação na  Conferência Territorial de Cultura.

Participação na  Conferência Setorial Estadual de Cultura.

Participação na  Conferência Estadual Cultura.

Participação do I encontro de Pontos de Cultura da Bahia.

Assinatura do Convênio Pontão 2009/2010.

 

Ações na Casa do Samba em 2010.

 

Quatro reuniões com a coordenação da ASSEBA para montagem da programação de 2010.

Gravação do programa sobre Samba de Roda para a bbc de Londres.

 

 

AÇÕES REALIZADAS A PARTIR DA IMPLANTAÇÃO DA CASA DO SAMBA, MAS REALIZADAS EM OUTROS AMBIENTES.

 

Participação do Festival Paranaense do Samba, no Paraná.

Participação da Conferencia Nacional Setorial de Cultura popular.

 

Participação da Conferencia Nacional  de Cultura.

 

Participação no Colegiado Nacional de Cultura popular.

 

Participação da TEIA 2010.

 

IMPORTÂNCIA DA CASA DO SAMBA PARA A CIDADE DE SANTO AMARO

 

A CASA DO SAMBA, que teve as portas abertas em 2008, foi constituído como Pontão de Cultura que vem cumprindo o que propôs no projeto base para seu funcionamento: ser um Centro de Referência do Samba de Roda Baiano e um ponto de apoio, união e divulgação dos grupos de samba de roda e de seus mestres assim também na articulação com as demais áreas da cultura popular.  

 

O espaço é gerido através de uma parceria estabelecida entre o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN e a Associação de Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia, além de contar com apoio da prefeitura do município onde está alocado, Santo Amaro (Bahia).

 

A implementação da CASA DO SAMBA se deu como seqüência do processo de valorização e salvaguarda do samba de roda baiano, surgido a partir do reconhecimento do samba de roda como patrimônio cultural da humanidade pela UNESCO, reconhecimento alcançado a partir de dossiê elaborado pelo IPHAN.

 

Dentre as finalidades da CASA DO SAMBA estão: a preservação, a difusão dos saberes, realização de pesquisas, cursos e oficinas, abrigar e disponibilizar acervos, dispor de estúdio de áudio e formar agentes multiplicadores.

 

A CASA DO SAMBA foi implantada no município de Santo Amaro e desde então vem promovendo ações estratégicas para a salvaguarda do samba de roda baiano. Com a realização de oficinas, visitações, encontros, assembléias e realização e participação em eventos, e principalmente, promovendo a articulação entre os grupos de diversas cidades, apoiando as atividades desenvolvidas pelos mesmos e proporcionando maior conhecimento para melhorias e apoio à sua organização interna.

 

ESTIMATIVA DE PÚBLICO: Temos registros de mais de 6.000 (seis mil ), assinaturas pessoas que passaram pela casa e participaram de alguma atividade, desde de oficinas ou uma simples visitação.

 

O Centro de Referência do Samba de Roda de Santo Amaro, se constitui em um importantíssimo espaço físico que  vem para suprir uma necessidade que a muito tempo tem sido  reivindicada pelas pessoas dessa região. Fazer a articulação necessária para a permanência desse equipamento é uma tarefa muito grande e de difícil aplicação, haja vista o que cerca esse espaço, uma variedade de interesses particulares, por muito que sabemos que não estavam lá no início de todos os trabalhos. Contamos com muitos poucos que de fato tem interesse e acredita numa gestão autônoma da sociedade civil como agente de fato de seus interesses. Por isso talvez a necessidade de uma maior aproximação do IPHAN – DPI e do próprio Ministério - MINC com a ASSEBA que tem a responsabilidade em gerir o espaço.

 

Imaginamos que teremos um espaço ainda mais fortalecido se pudéssemos  adquirir uma forma manutenção permanente. Por isso apresentamos aqui duas alternativas, dois projetos de manutenção um mais consiste com uma maior amplitude e um mais simples visando manter apenas um estrutura mínima com uma equipe para conservação e captação.

 

Acreditamos que esse projeto de valorização e de reconhecimento de bens material e imaterial constitui-se numa política séria onde poder público e sociedade civil num trabalho de responsabilidade apresenta para o mundo um modelo interessante de como se deve gerir os recursos públicos de uma nação, tendo como foco o empoderamento dos verdadeiros agente da cultura nacional.

 

 

Santo Amaro, 12 de abril de 2010.

 

Rosildo Moreira do Rosário                                        Ailton Raimundo Martins

Coordenador Geral da ASSEBA.                    Coordenador Administrativo da ASSEBA.

Rua do Imperador, Santo Amaro-Ba, Brasil - Tels. (75) 91349127 / (75) 91478507 - email: asseba@gmail.com